A melhor e mais complexa criação Divina...


Penso às vezes em como tudo começou, e quando digo tudo, me refiro a tudo mesmo, e só consigo pensar em uma teoria, depois que Deus criou o mundo, descansou, e então criou o homem, ele deu aquela olhadinha básica para o futuro, viu que ia ficar tudo muito chato do jeito que estava, então pensou “Vou agitar as coisas um pouco!”, e então criou a mulher.
Sou da crença que essa, com certeza, foi a melhor criação do Todo Poderoso, mas ainda assim, Ele percebendo que tinha feito um trabalho bom demais, e que isso tiraria a possibilidade futura de dizermos que apenas Ele seria perfeito, resolveu colocar um defeitinho, coisa pouca, e então deu-se por satisfeito, e ficou definido, mulheres seriam demais, ótimas mesmo, mas seriam todas doidas de pedra.
Eu, como integrante de uma família onde a grande maioria são mulheres, falo com conhecimento de causa garantido pelos hematomas e sequelas psicológicas que ganhei com o passar dos anos. Se isso me fez um bom conhecedor e entendedor do sexo oposto?
Pelo contrário, sou como a maioria, inclusive as próprias mulheres, não as entendo, e nem tento, mas como sou do tipo que ri do perigo, me divirto muito com tudo isso.
Como aconteceu na última segunda.
Fui buscar minha namorada em seu consultório, e durante todo o trajeto de volta (não que fosse muito longo, mas no contexto se torna uma longa viagem, graças ao trânsito paulistano), ela ficou o tempo todo de cara fechada e calada, dava até pra perceber um certo bico em sua expressão, aquele que as crianças fazem quando não ganham o que querem. Mas o dela parecia mais ser de raiva mesmo.
Deixei ela em seu apartamento, pois não quis ir pra minha casa, e de consciência tranquila, nem perguntei o que ela tinha, conversei um pouco, me despedi e fui embora. Mal cheguei em casa e recebi uma mensagem dela me dizendo que estava muito brava comigo, tentei ligar pra saber o motivo, não atendeu, e então mandou outra mensagem dizendo que conversaríamos no dia seguinte.
Uma mulher sem tempo de preparar material para uma pauta já é um perigo e sempre ganha as discussões, quando ela adia uma possível briga, e tem todo um tempo pra pensar no que vai dizer, nos argumentos que vai usar e lembrar de tudo que vai poder jogar na nossa cara, todo homem começa a temer pelo que pode vir.
Nesse ponto é onde volto a bater naquela tecla lá do início, em que digo que as mulheres são doidas. Claro, devo esclarecer, até mesmo para a minha segurança e integridade física, que quando digo isso, não o faço com a intenção de ofender, até porque de doido todo mundo tem pouco, mas as mulheres têm um pouco mais, mas é como disseram algumas seguidoras minhas do Twitter, é o charme da espécie.
Continuando…
Quando acordei de manhã, já pensando no que poderia estar por vir mais tarde, quando acabasse o expediente, me deparei com uma mensagem da minha namorada, e ao contrário do que esperava, era um recado super romântico de bom dia.
Só consegui pensar em duas hipóteses: Ou ela tinha um lado maligno que eu desconhecia e estava, com essa mensagem, tentando desestabilizar toda, até então, preparação psicológica que obtive, para a tal conversa que teríamos. Ou então a mais provável, quase certa, ela era maluquinha.
O mais engraçado disso tudo, foi eu comentar, como sempre, isso no Twitter, fazendo algumas piadas, e todas as seguidoras que se manifestaram terem concordado quando eu disse que mulheres são doidas, e ainda disseram que esse tipo de atitude é normal.
Como assim gente? Normal aonde? Num sanatório?
Mais tarde fui buscá-la novamente no trabalho, e não sabia o que esperar, se seria a garota romântica da mensagem matutina, ou japonesa brava da noite anterior, mas fui, cantando “Não tema, segue adiante, e não olhe para trás. Segura na mão de Deus e vai!”.
Fui surpreendido mais uma vez.
Me deparei com ambas as opções, ela estava calma e romântica, e brava ao mesmo tempo, mas por outros motivos, depois de me dar um abraço e um beijo ao sair do prédio e chegar no carro, me deu um beliscão e um tapa, e me xingou. Enquanto isso eu pensava “Merda, onde eu vim amarrar meu jegue, Papai do Céu?”.
O engraçado foi que ela estava meio brava, mas nada tinha a ver com o dia anterior, mas sim pelas piadas no Twitter, que aliás, ela adorava, quando não era ela a inspiração.
Sobre a mensagem do dia anterior, ela disse, sem medo de como eu a julgaria, como se fosse a coisa mais normal do mundo, que nem lembrava porque tinha estado brava.
Alguns pensarão que devo ficar feliz, afinal, me livrei de uma possível briga ou discussão, mas se tem uma coisa que aprendi é, um dia ela lembrará, pode ser amanhã ou daqui 20 anos, e no dia em que isso acontecer não terei escapatória, serei cobrado.
Mas é assim, diz o ditado que Deus escreve certo por linhas tortas, acho que isso é uma metáfora que se refere as linhas curvas do corpo feminino. 
Tenhamos paciência, um dia tudo se ajeita e a gente acaba se tornando a camisa de força ideal para a doida certa.



Gill Nascimento

3 comentários:

  1. Moço se ela ler isso aqui o pau vai quebrar mais tarde. Pode ter certeza.

    ResponderExcluir
  2. Ameeei o texto kkkk mulheres são doidinhas mesmo. Eu lembro quando fui dormir com raiva do meu namorado pronta para uma briga e acordei mandando mensagens carinhosas de bom dia. Essa bipolaridade toda em dias normais, imagina quando estamos na tpm haaha, Tomara que sua namorada não leia esse texto para o bem da sua integridade física kkkk
    Um dia sua namorada vai lembrar do porque ficou brava haha temos memória de elefante, nunca deixamos passar um único detalhe.

    Adorei o texto ;)

    ResponderExcluir
  3. Muito bom. Seria muitas maldade com vocês homens, sermos tão maravilhosas e normais né. Deus sabe o que faz Gil
    Bjos!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião sobre esse texto!

Casuísmo no Instagram