Últimas Notícias

Mentirinhas para o nosso bem...

Mentirinhas para o nosso bem...


Existe um momento muito triste na vida de qualquer pessoa, que é quando ela descobre que vem sendo enganada já há algum tempo por pessoas que ela ama. E isso aconteceu comigo muito recentemente.
Um dia desses saí mais cedo do trabalho e cheguei em casa sem avisar, e entrei sem que ninguém percebesse, e quando cheguei próximo à cozinha escutei uma conversa da minha filha com a minha noiva, e nessa conversa ela mencionava o fato de não gostar tanto assim do prato que mais gosto de fazer quando é a minha vez de cozinhar: Bife à Rolê.
Até aí tudo bem, não ligaria tanto para o fato se fosse apenas isso, o problema mesmo é que ela sempre disse amar esse meu prato, então entrei na hora e questionei, e a resposta me surpreendeu:
“Não é que eu não goste, pai, eu gosto, mas não tanto quanto outras receitas que o senhor faz, mas como essa é a que mais gosta de fazer, e meio que virou uma tradição sua, eu digo que amo e que é minha predileta pra te deixar feliz, porque certas mentirinhas são necessárias e te fazem bem!”
Teria sido uma fofura de resposta , vinda da minha filha de 8 anos, mas isso se ela não tivesse usado o plural na explicação. Então perguntei quais “mentirinhas” mais ela me contou, para me deixar feliz. Foi quando descobri que venho sendo iludido há muito tempo.
Minha filha logo de cara disse que não tinha mais nenhuma mentira que me contava pra me agradar, olhando nos meus olhos, e apesar do que havia acabado de descobrir, acreditei, então na hora entendi que era um complô, não eram várias mentiras vindas de uma pessoa, mas várias pessoas e cada qual tinha sua própria mentira.
Sabendo que não teriam paz enquanto não me contassem, as duas se renderam e abriram o jogo em troca de imunidade.
Eu não sou uma pessoa orgulhosa, então não saí tão ferido do processo de descobrimento da verdade, mas que doeu, doeu.
Começaram dedurando a Lucy, a minha diarista e anjo da guarda há mais ou menos 10 anos. Ela trabalha lá em casa dois dias por semana, e agora sei que toda vez que ela vem, pergunta pra minha filha sobre quem lavou a louça no dia anterior, e quando o trabalho coube à mim, ela lava tudo novamente.
Depois foi a vez da minha melhor amiga, Emily, a madrinha da minha filha e também mãe de uma das minhas afilhadas, ser denunciada. Descobri que o sexto sentido da minha mãe, que sempre parece saber quando há algum problema, e sempre a faz ligar nas horas mais propícias, grande parte é graças à ela, que vem sendo há anos a informante da Dona Naná.
E por falar em Dona Naná, minha mãe também faz parte da lista, descobri pelas duas, que desde que saí da casa dela, sempre que pode, ela faz uma visita sem que eu saiba, e “dá um jeito nas coisas”, porque pra ela o serviço da Lucy não é o suficiente, e disso eu sempre soube. Agora entendo porque nunca acho nada em casa quando procuro, porque minha mãe não sabe apenas limpar e arrumar, ela tem que trocar tudo de lugar, parece até um TOC.
E claro, a Ayla, minha noiva também tem culpa no cartório, agora sei que a maioria das séries que assistimos, é que ela finge gostar, ela na verdade não curte muito, é que na verdade só assiste pra que quando ela propor assistirmos filmes de terror, que ela tanto ama, e que eu tanto reclamo quando assisto, eu não venha a me opor. A diferença entre nós é que sempre deixei claro que só assisto por causa dela.
E depois dessas vieram muitas revelações mais, e com elas a compreensão da minha filha e da minha noiva de que, assim como segredos ou mentiras, a verdade também pode fazer uma pessoa feliz, porque eu não fiquei bravo ou chateado, na verdade gostei de saber que muitas pessoas se importam comigo, com o que penso, e se estou feliz e satisfeito.
Mas o que me deixou mais feliz mesmo foi a virada de jogo, porque agora os segredos e mentirinhas são meus, que sei a verdade, mas que vou ficar quieto pra não perder as mordomias.




Gill Nascimento





Quem sabe você não queira ler esses textos também...

 Pedido diário!  Como é para um homem, ter uma amiga mulher...   Sexto sentido...


8 comentários:

  1. Eu queria escrever alguma coisa aqui mas não consigo. Fico morrendo de rir.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Essas mentirinhas até que são boas se olharmos pelo ângulo certo 😉

      Excluir
  3. Respostas
    1. Minha razão de viver às vezes me surpreende de mais ❤

      Excluir
  4. Esse blog é viciante meu...
    Congrats!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião sobre esse texto!