Amor que volta à moda

Amor que volta à moda


É assim, quando você menos espera acontece, você até tenta lutar contra a sua vontade, até tenta resistir, mas é inútil, foi amor à primeira vista.
E no início é tudo tão mágico, tudo tão lindo, parecem perfeitos juntos, feitos um para o outro, como se tivessem nascido para se encontrarem.
E as pessoas à sua volta concordam com isso. Elogiam, admiram, perguntam onde se conheceram, como foi o primeiro encontro, dizem que são perfeitos um para o outro, e você se rende à essas palavras que entram em seus ouvidos como carícias, alimentando ainda mais esse sentimento de dependência.
E continua assim por um bom tempo, exibindo a beleza em conjunto.
As vezes até pode ser que seja apenas isso mesmo, uma união por causa de uma beleza que não seria tão bela se não estivessem unidos. Mesmo que haja um incômodo por trás desse sentimento de amor que no fundo não passa de uma dependência fútil da atração que a união de vocês causa, você continua, não desiste.
Porque é assim, com o tempo tudo se desgasta. Porque com vocês seria diferente?
Às vezes já começa com um pouco de dor, mas tudo fica tão belo quando vocês estão juntos, que em virtude disso você releva, você disfarça, você supera.
E inevitável, uma hora, mesmo que tão belo, vai ficar calejado.
Há quem diga que quando começa com uma dependência absurda confundida com amor, depois quando calejado fica até melhor, mais aceitável, mais confortável.
Mas será que é isso mesmo?
Acho que quando o conforto chega o encanto já não é mais o mesmo, as pessoas já não vêem vocês com os mesmos olhos.
Não que não continue bela a união, mas os olhos já se acostumaram à vê-los juntos, já deixou de ter aquele gosto de novidade, aquele aroma de romance novo.
Então você começa a se dar conta que você também está se desapegando, que você se sentia bem com os olhares das pessoas admirando o amor de vocês, e que quando esses olhares se foram, parece que chegou a hora de você ir também.
Os encontros começam a diminuir, os passeios começam a se tornar mais raros. Não tem mais graça quando não é mais novidade.
Até que acaba. Se separam de vez.
Mas como acontece em todos os romances, ficam as marcas, ficam as lembranças.
Como acontece em todas as histórias de amor, você vai olhar as fotos e lembrar dos bons momentos juntos, de como foram felizes, de como as pessoas falavam de vocês com admiração, dos planos que fizeram, dos sonhos que tiveram e dos que realizaram.
Então vocês vão se encontrar de novo, mas vão ficar apenas nos olhares mesmo, nada vai acontecer, ainda não é a hora. Mas vai ficar aquele sentimento após se encararem de que, um dia, vocês ainda vão ser felizes juntos novamente, arrancar suspiros por onde passarem, roubar elogios por onde desfilarem.
E que dá próxima vez não vai doer tanto.
Porque é assim com as mulheres, Elas amam sapatos porque eles sempre voltam à moda.






Gill Nascimento








Logo logo teremos novidade aqui no Blog, e você que está lendo esse texto e acompanha esse Blog que na maioria das vezes não diz nada com nada, pode fazer parte, CLIQUE AQUI para saber mais!






Um comentário:

  1. Sapatos são sapatos, e não só eles, guardo muitas roupas com a esperança de que elas voltem à moda, principalmente as caras hahahaha

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião sobre esse texto!

Casuísmo no Instagram